Arquivos da Tag: Quilos Mortais

Quilos Mortais

Até onde a nossa mente é capaz de chegar e a que ponto isso pode atingir nosso cotidiano? É o que responde o reality “Quilos Mortais”. As razões para que as pessoas cheguem a nível mórbido de obesidade são problemas psicológicos antes mesmo de se tornarem físicos.

Veja mais aqui sobre o programa: http://quilosmortais.info/

“Pra toda ação,existe uma reação” como citado e confirmado por Isaac Newton, assim também acontece na vida de inúmeras pessoas, muitas vezes a obesidade, assim como outros incontáveis sintomas são a somatização de problemas maiores, que é o nome que se dá quando o corpo começa a reagir aos transtornos psicológicos.

Por trás dos numerais da balança.

Como já citado a somatização é um problema que precisa ser identificado, pra que ambos -mental e físico-  possam ser corretamente acompanhados e assim com o tratamento adequado buscar a sua melhora ,isso acontece com a resolução dos problemas que o causaram.

Em vários episódios os pacientes retratam o motivo pelo qual os levaram aonde estão hoje, a maioria tem início na infância onde um abandono, pais ausentes, alcoolismo, até mesmo abusos sexuais desencadearam um transtorno compulsivo pela comida, que gera o bem estar.

Os hormônios responsáveis pela falsa alegria.

Quando os pacientes dizem que se sentem confortáveis e felizes quando estão comendo não estão mentindo, e há uma causa científica que prova isso. Por exemplo a Serotonina, que quando ausente causa a sensação de depressão e sentimento de solidão.

Ou até mesmo a Endorfina, que é conhecida como um “anestésico natural” já que a mesma consegue mascarar a dor física e quando estamos comendo o cérebro libera esse hormônio, daí a sensação de alegria.

Pelo cérebro enviar esses hormônios no momento em que estamos comendo ou logo após, e sentirmos esse pico de felicidade, as pessoas com problemas psicológicos tem a sensação de que só conseguirão ser felizes enquanto comem, por isso a compulsão pela comida.

Como e quando procurar ajuda.

Quilos Mortais

Algumas pessoas por se encontrarem em estados fora dos padrões se auto denominam incapazes de se ajudar ou de serem ajudadas, ou seja, elas já aceitam o fato de estarem como estão, e apenas aguardam a morte, desistem de si mesmas.

Um psicólogo e um médico especialista podem e são ótimos aliados no primeiro passo da busca de uma mudança de hábitos e de uma vida saudável. Juntamente com uma equipe eles irão procurar o melhor tratamento para cada caso e a forma mais rápida e eficaz de ser resolvido. O importante a se considerar é que nunca é tarde e nem cedo demais para a procura de um profissional.

Considerações finais.

A maioria dos casos que chegam a um ponto crítico são por ter se permitido chegar a esse nível por ser considerado algo normal o gosto por comer, ou alegarem estar tudo bem, que não se sentem desconfortáveis ou com a saúde em risco. Buscar o conhecimento de si próprio, de seus sentimentos e reconhecer o que pode ser causado através deles tende a melhorar a aceitação e busca por mudança própria.